Esporte 

Os benefícios das atividades com bola para o corpo

A bola é um instrumento versátil e acessível, muito comum nas academias, e que pode ajudar a estimular diversas áreas do corpo como abdômen, peito, ombros, costas, pernas, braços, entre outras, através de diferentes tipos de exercícios.

O joelho é considerado uma das articulações mais complexas e importantes do corpo humano, por isso é extremamente importante que haja um cuidado especial com eles, seja na hora de caminhar, correr, subir e descer escadas, praticar esportes, ou qualquer outra ação. De fácil execução, as atividades com a bola são consideradas uma maneira eficiente de desenvolvimento e proteção da região.

Além dos joelhos, a bola ajuda no desenvolvimento de outra área extremamente importante do corpo: as costas. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 80% da população mundial sofrerá ao menos um episódio de dor nas costas durante a vida. Sendo assim a melhor escolha é investir em maneiras de evitar o problema, ao invés de sofrer depois. Para isso, deve-se sempre estar atento a execução de maneira correta dos exercícios com a bola, para que eles tenham o efeito correto e não sejam prejudiciais.

Especialmente a respeito dos exercícios para fortalecimento da musculatura dos joelhos, o diretor-técnico da Bodytech Company, Eduardo Netto acrescenta: “Apesar de ser descrito como um exercício que utiliza as duas pernas, o ideal é que, a partir do momento em que você consiga executar sem maiores dificuldades, você progrida para a execução unilateral”.

Veja algumas recomendações para o bom desempenho:

1. Antes de elevar o quadril, faz-se necessário preservar a sua curvatura lombar (lordose lombar) com a contração dos músculos do abdômen, encolhendo o mesmo.

2. Mantenha seus quadris fora do chão no momento que você flexiona os joelhos. Faça pressão dos seus calcanhares na bola para que ocorra a ação dos músculos isquiotibiais (posteriores da coxa).

3. Os pés devem estar na vertical, com alinhamento de coxa, perna e pé.

4. O corpo ficará apoiado pela coluna torácica que deve ficar toda em contato com o solo.

Dicas para evitar erros:

1. Retificar a lordose lombar, aumentando a compressão intradiscal lombar, ou seja, encaixar o quadril, aumentando a pressão na lombar.

2. Deixar que os pés se afastem, pois ocasionam uma rotação dos quadris.

3. Não completar a extensão dos joelhos.

Posts relacionados